sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Lembranças



Lembranças são como folhas presas numa árvore. As positivas é bom preservá-las, mas as que devem ser esquecidas é mais sabido esperar o outono chegar e deixá-las se soltarem. É preciso recuperar a leveza do verbo viver, enchendo-nos de folhas novas, deixando o verde resplandecer de esperança. Talvez no momento que sua árvore estiver se desfazendo do que já não lhe faz bem sua árvore perca um pouco a beleza e encanto, mas não desamine, pois em breve chegará a primavera, renovando suas folhas e deixando sua árvore ainda mais bela. Você perceberá que sua árvore destacará no bosque, pois sua renovação trará novas flores perfumadas que atrairão belos pássaros e borboletas que farão de sua árvore a mais bela e resplandecente do bosque.



Entre as lembranças que nos fazem parte
A simplicidade ganha destaque
Mostrando-nos que é com leveza
Que devemos encarar a realidade.


.

2 comentários:

Tina disse...

Lindo e verdadeiro, como td que vc escreve.
:)
Lembrei de Cecília, seu poema é + positivista, mas como nem td são flores e há os outonos, queiramos ou não, segue:

"Tu és a folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão

Cecília Meireles

http://blogdtina.blogspot.com/

Simone Lima disse...

A gente deve mesmo deixar essas folhas secas caírem, para que sejam substituidas por folhas novinhas. Adorei o texto!!

Umbeijoo'o

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...