quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Arranha-céu





Já é tarde, noite fria numa bela megalópole. Enquanto a maioria das pessoas dorme, Bruna está na janela de um arranha-céu a pensar na vida. Ao observar o mundo lá do alto, diversos devaneios a invadem, pois muito dos seu planos, sonhos e desejos estão esperando o momento certo para serem colocados em prática. Apesar de saber que ela é livre e que possui diversas possibilidades a sua volta, ela tem medo de usar suas asas e finalmente alçar voos mais altos. O receio de se perder pelo caminho; de não ser boa o bastante; de ser alguém fácil de ser esquecida pelas pessoas que ela ama e de perder o seu ninho, que apesar de não fazê-la mais feliz, ainda é o seu porto-seguro. Ela sabia que aquela situação não dava mais para ser sustentada por muito tempo, pois chega uma hora na nossa vida que nós precisamos fazer as coisas acontecerem. É chegado o momento de começarmos a viver a nossa própria vida e deixarmos de viver a vida dos outros, mesmo que esses "outros" sejam a nossa família. Precisamos formar a nossa "própria família"; pagar as nossas contas e nos responsabilizar pelos nossos erros e acertos. O quê ela vai fazer para mudar essa situação, ela ainda não sabe, mas a vontade de mudança está dentro dela, só esperando uma atitude para que o devaneio se torne realidade.





 Coração Blindado - Engenheiros do Hawaii

4 comentários:

Tamires disse...

Que nós tenhamos sempre a coragem de mudar o que nos incomoda e tornar nossos desejos realidades.

http://varinhamagicaealgodaodoce.blogspot.com/

bj

Tina disse...

É isso ai ;]

Tina disse...

Obrigada pelos elogios Pri, fiquei td boba :)

Vc tá que tá mudando a foto hein?...Um + linda q a outra \o/

Bjx

Priscila Lima disse...

rsrsr
Obg Tina ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...