quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Se valorizar!




Marcela é uma moça bonita, simpática e inteligente. Ela possui muitas amizades, todos gostam muito dela, inclusive o Matheus, seu namorado. Apesar de ter muitas qualidades, ela também é muito insegura, tem medo de perder o amor das pessoas que ela ama e principalmente, de seu namorado. Esquecendo de si mesma, todos os dias ela acordava querendo ser uma pessoa melhor para o Matheus. Mais bonita para o Matheus. Mas compreensiva para o Matheus... Enfim, o melhor que ela podia ser só para agradá-lo. Nesse excesso de preocupação ela acabava se esquecendo da pessoa mais especial do mundo, ela mesma. Certo dia após algumas discussões com o Matheus, ela acordou, se olhou no espelho e percebeu o quanto ela estava sendo boba por estar se diminuindo e de certa forma, se humilhando por motivos que ela não precisava se preocupar. Foi quando ela se arrumou, se maquiou, colocou o seu melhor sorriso no rosto, olhou novamente para o espelho, enxergou uma nova Marcela e se perguntou: Quem é esse Matheus mesmo?! Finalmente ela percebeu a importância de se valorizar, pois a partir do memento que conhecemos o nosso valor e nos respeitamos, o mundo parece que nos olha com outros olhos. Nem sempre nós precisamos estar chamando a atenção das pessoas para que elas nos notem ou sintam a nossa falta. Quando somos alguém que as pessoas gostam, naturalmente elas sentem a nossa falta e nos procuram. Sem falar no amor, quando alguém nos ama de verdade, não é qualquer coisa que faz a pessoa deixar de nos amar. Precisamos aprender a nos valorizar e parar de colocar a nossa felicidade nas mãos das pessoas, pois a nossa felicidade começa dentro de nós.



       

6 comentários:

Tina disse...

“As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as delas. Temos que nos bastar. Nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam, não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.”
:)

Alê disse...

Atitude! É o primeiro passo!

Luiza Fernandes disse...

Se agente não se amar, quem vai nos amar.
Amor proprio é necessario.
Beijos!

Thalita Paiva disse...

Nem todo ''sofrimento'' é para sempre. Um dia caímos na real e acordamos, felizmente.

Anamaria Lima disse...

oi , estou seguindo seu blog *-*

Ana e Dane disse...

excelente post. liiiinda música.
Flor, fiz uma pequena enquete no blog, e gostaria da sua participação,
dá uma passadinha por lá... beeijinhos ;*
http://adalguemquetefazsorrir.blogspot.com/


maravilhoso 2012
Flor, como vc coloca as músicas assim? rs'

beijo beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...