sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Parábola - O sapo e o escorpião




"Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio. O escorpião vinha fazer um pedido: "Sapinho, você poderia me carregar até a outra margem deste rio tão largo?" O sapo respondeu: "Só se eu fosse tolo! Você vai me picar, eu vou ficar paralisado e vou afundar." Disse o escorpião: "Isso é ridículo! Se eu o picasse, ambos afundaríamos." Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio. No meio do rio o escorpião cravou seu ferrão no sapo. Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou: "Por quê? Por quê?" E o escorpião respondeu: "Porque sou um escorpião e essa é a minha NATUREZA." 



E na nossa vida, quantos "escorpiões" passam pelo nosso caminho? Muitos não é mesmo?! Pessoas que a gente confia, mas que no final, acabam nos decepcionando... Por isso que devemos ter cuidado para não confiar demais em qualquer pessoa. Tem gente que não muda e na primeira oportunidade, não exita em nos prejudicar.

7 comentários:

Tina Bau Couto disse...

Essa parábola é muito interessante.
Temos que ser sempre doces, receptivos e ao mesmo tempo cuidadosos e vigilantes, afinal o mundo não é um mar de rosas.
Meu carinho :)

Sheila do Blog Passarinhos no Telhado disse...

Gosto dessa parábola! Acho linda a lição!
Bom final de semana!!! bjs :)

disse...

é muito dificil confiar...

António Jesus Batalha disse...

Vim à net para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog, encontrei o seu blog, e estive a ver algumas postagens e achei o seu blog muito bom, tenho de lhe dar os parabéns, pois é um blog que dá sempre vontade de vir aqui mais vezes.
O meu blog é o Peregrino E Servo, se tiver tempo ou se desejar pode fazer-lhe uma visita e se gostar faça o sentir no seu coração, saiba porém que nunca deixei alguém ficar mal.
Desejo paz e saúde para si e para o seu lar.
Sou António Batalha.

Emanuelle Klyss disse...

Olha isso é verdade mesmo, eu já passei por muitas situações assim, quantaz vezes eu dedicava meu tempo pra falar coisas da minha vida sem imaginar que estava contando justamente para pessoas erradas. Mas acho que hoje em dia aprendi, não é mais qualquer um(a) que eu abro a minha vida.
Gostei muito da parábola Pri, ás vezes nós somos mesmo obrigados a abrir os olhos.

Bjs flor, bom início de semana. :*

Rodolfo Cavalcanti disse...

Pura verdade. Gosto muito dessa parábola como ilustração. Parabéns pelo blog.

Unknown disse...

Gosto demais dessa parábola. Hoje mesmo eu a utilizei para ilustrar uma conversa com uma amiga.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...